Documento sem título
   
 
Continue lendo...
Postada em: 26/06/2012  
Corinthians pode quebrar tabu de 33 anos na Libertadores
 Não será apenas pelo título que o Corinthians fará história se for campeão da Taça Libertadores sobre o Boca Juniors. Além de conquistar a taça que a Fiel tanto sonha, o Timão tem a chance de levantá-la sem perder uma partida sequer. A última vez que isso aconteceu foi em 1978, e com menos da metade dos jogos disputados em 2012.

Entre os anos 60 e 80, o campeão entrava direto na fase anterior à final do ano seguinte (por exemplo: em 78, o Boca não precisou disputar as fases preliminares. Jogou apenas um triangular com Atlético-MG e River Plate antes de encarar a decisão com o Deportivo Cali-COL). Nos anos 90, o campeão entrava direto nas oitavas de final do ano seguinte (o São Paulo, campeão em 92, não disputou fase de grupos em 93 e foi bicampeão). Por conta disso, várias equipes tiraram proveito para emendar uma sequência de troféus sem ter a necessidade de passar por um calvário de duelos em grupos.

O Boca, adversário alvinegro na final, foi o último a conseguir isso. Em 78, estreou uma fase antes das finais e conquistou o título invicto. A diferença é que realizou apenas seis partidas para ficar com a taça – foram quatro vitórias e dois empates.

Pouco antes, o Estudiantes obteve o feito de ser bicampeão sem perder, único até aqui. O clube foi o que mais se beneficiou. Primeiro colocado em 68, fez quatro partidas no ano seguinte e 100% de aproveitamento. Já em 70, esteve em campo o mesmo número de vezes até encontrar a taça, sendo três vitórias e apenas um empate.

O Santos, eliminado pelo Timão nas semifinais deste ano, também conquistou a Libertadores de forma invicta. Na temporada 63, um ano depois de seu primeiro título, confirmou o favoritismo, liderado por Pelé. Nos quatro jogos que fez, conseguiu três vitórias e um empate.

A sequência do Peixe, porém, foi quebrada em 64 por um clube que passou por todas as fases do torneio. O Independiente eliminou os paulistas e conquistou o título contra o Nacional-URU. Mesmo assim, também não jogou tanto para ser campeão. Foram sete partidas, com cinco vitórias e um empate.

O primeiro campeão invicto da Libertadores foi o Peñarol-URU, justamente na edição de estreia do torneio, em 1960. Os uruguaios ficaram com o troféu depois de sete confrontos (três vitórias e quatro empates).

A diferença do Corinthians está no número de partidas. O Timão seria campeão invicto com 14 jogos. Até o momento, a equipe dirigida por Tite acumula sete vitórias e cinco empates. Restam apenas mais dois duelos para, enfim, entrar para o grupo dos campeões da América. Invicto, o sabor será melhor ainda.

– Sabemos que serão dois jogos muito difíceis, mas nosso grupo está muito focado nesse objetivo. Queremos entrar para a história do Corinthians – disse o volante Paulinho.



Fonte: de São Paulo



ESTÂNCIA SÃO JOÃO ( FAZENDA CABANA DO PESCADOR) Proprietário:...
Continue lendo...
 
  AQUIDAUANA ONLINE - Rua Estevão Alves Corrêa, 1042, Centro,
Cep 79200-000 - Aquidauana/MS - Tel: 67: 9861-4111